NAS vs. Armazenamento na Nuvem: Qual a Solução Ideal para as Necessidades do Seu Negócio?

Se procura a melhor solução de armazenamento para a sua empresa e está indeciso entre armazenamento em rede (NAS) e armazenamento na nuvem, não está sozinho. Muitos empresários, profissionais de TI e administradores de sistemas enfrentam o mesmo dilema. Com inúmeras discussões e debates sobre os prós e contras de cada opção, pode ser difícil determinar a melhor solução de armazenamento para as suas necessidades específicas.

Compreendendo o NAS: O Que é o NAS?

O NAS é um sistema de armazenamento a nível de ficheiros projetado especificamente para fornecer armazenamento em disco centralizado e partilhado para utilizadores numa rede de área local (LAN). Essencialmente, o NAS é um computador construído para esse propósito que opera com seu próprio sistema operativo dedicado (SO). Contém um ou mais dispositivos de armazenamento configurados para criar um volume partilhado único. Estes dispositivos de armazenamento são organizados numa configuração RAID para proporcionar redundância de dados e desempenho.

Como Funciona o NAS?

O NAS fornece acesso a ficheiros usando protocolos padrão de partilha de ficheiros em rede, como Network File System (NFS) e Server Message Block (SMB). Ao conectar-se à rede local, o NAS permite que os utilizadores armazenem, acessem e colaborem facilmente em ficheiros sem sobrecarregar outros servidores dentro da rede. Esta separação das responsabilidades de servir ficheiros ajuda a otimizar o desempenho geral da rede. A gestão e o controlo do sistema NAS são normalmente realizados através de uma utilidade baseada na web acessível pela rede, oferecendo uma interface amigável para tarefas de administração.

Vantagens do NAS

O NAS oferece várias vantagens, incluindo acesso mais rápido aos dados, administração mais fácil, gestão simplificada, entre outras:

  • Custo-efetivo: Os dispositivos NAS geralmente envolvem um custo inicial de compra que inclui acesso a aplicações do fornecedor de NAS, como Synology Hyper Backup ou QNAP Hybrid Backup Sync. Isto reduz significativamente as taxas de subscrição contínuas, embora possam surgir custos se desejar expandir a capacidade de armazenamento com unidades de armazenamento de alta capacidade ou aumentar o desempenho com processadores mais potentes, etc.
  • Controlo e segurança dos dados: Os sistemas NAS oferecem controlo extensivo sobre o armazenamento de dados e protocolos de segurança. Os sistemas NAS são acessíveis apenas na rede local do escritório e para contas de utilizador que podem ser controladas e geridas.
  • Desempenho: O NAS proporciona acesso de alta velocidade aos dados através de uma rede local, garantindo uma recuperação e partilha rápida de ficheiros. O NAS geralmente funciona tão rápido quanto as velocidades da rede local do escritório.
  • Armazenamento escalável: Muitos sistemas NAS permitem a adição de unidades adicionais, proporcionando uma expansão de armazenamento flexível, embora com o custo de unidades adicionais ou upgrades de dispositivos. Os dispositivos NAS hoje oferecem grandes capacidades de armazenamento e recursos avançados para virtualização e hospedagem de aplicações.
  • Redundância de dados: Quando equipados com configurações RAID, o NAS fornece redundância, garantindo que os dados permaneçam acessíveis mesmo se uma ou mais unidades de disco falharem.
  • Melhores ferramentas de gestão de dados: Recursos como backups totalmente automatizados, desduplicação, compressão e encriptação melhoram a eficiência e a segurança do armazenamento de dados. Os sistemas NAS também suportam fluxos de trabalho de sincronização para colaboração em equipa, serviços de diretório para gestão de utilizadores e grupos e serviços como gestão de fotos ou media.

Limitações do NAS

Embora o NAS ofereça inúmeras vantagens para o armazenamento centralizado de ficheiros, existem algumas limitações notáveis a considerar:

  • Configuração inicial e manutenção: Configurar e manter um NAS empresarial requer alguma experiência em TI. O processo de configuração pode ser complexo, e a manutenção contínua pode exigir habilidades técnicas que nem todas as empresas possuem internamente.
  • Vulnerabilidades de acesso remoto: Os sistemas NAS podem ser acessados remotamente através da internet, criando uma solução de nuvem privada ou híbrida. Embora isso ofereça uma vantagem significativa, pois pode utilizar o seu dispositivo de forma remota, também acarreta riscos de segurança. Atores mal-intencionados podem explorar vulnerabilidades e ganhar acesso remoto ao dispositivo. Para mitigar isso, é crucial garantir uma configuração adequada, atualizações regulares e definições de acesso seguras.
  • Restrições de escalabilidade: Embora os sistemas NAS permitam a expansão do armazenamento, ainda são limitados pela capacidade física do hardware. Escalar além de certos limites pode exigir um investimento significativo em novos dispositivos ou infraestrutura.
  • Vulnerabilidade dos dados: Os dados armazenados num NAS estão sujeitos a várias ameaças, incluindo falhas de hardware, desastres naturais, roubos e ataques cibernéticos, como ransomware. Embora as configurações RAID ofereçam algum nível de redundância de dados, não protegem contra todas as formas de perda de dados. Backups regulares e medidas de segurança adicionais são essenciais para mitigar esses riscos.
  • Sobrecargas de desempenho: À medida que mais utilizadores e dispositivos acedem ao NAS, a largura de banda da rede e o desempenho do dispositivo podem tornar-se gargalos. A alta demanda pode levar a velocidades de acesso mais lentas e eficiência reduzida, especialmente em organizações maiores com necessidades extensas de dados.

Compreendendo o Armazenamento na Nuvem: O Que é o Armazenamento na Nuvem?

O armazenamento na nuvem é um modelo de armazenamento de dados onde os dados são armazenados em servidores localizados em locais fora do site e acessados via internet. Existem dois tipos principais de nuvem: pública e privada. Os fornecedores de armazenamento em nuvem pública mantêm servidores e são responsáveis por hospedar, gerir e proteger os dados. O armazenamento em nuvem privada é tipicamente gerido internamente e dedicado a uma única organização; por exemplo, quando uma universidade mantém centros de dados para acesso pela sua comunidade mais ampla. Em ambos os casos, os fornecedores garantem que os dados estejam sempre acessíveis através de conexões de internet pública e privada.

Qual é a diferença: Nuvem pública vs. nuvem privada

Os serviços de armazenamento na nuvem pública são fornecidos por fornecedores terceirizados através da internet pública, tornando-os acessíveis a qualquer pessoa que queira comprar ou alugar capacidade de armazenamento. Esses serviços são projetados para oferecer escalabilidade e fiabilidade, geralmente com base num modelo de pagamento conforme o uso.

O armazenamento em nuvem privada é dedicado a uma única organização, onde uma organização utiliza seus próprios servidores e centros de dados para armazenar dados dentro da sua própria rede. Pode ser hospedado no local ou por um fornecedor terceirizado, mas está sempre atrás do firewall da organização. Este modelo é ideal para empresas que requerem mais controlo sobre seus dados e têm requisitos rigorosos de segurança e conformidade.

Um dos principais benefícios do armazenamento em nuvem pública é que elimina a necessidade de as empresas comprarem, gerirem e operarem a sua própria infraestrutura de centros de dados. Esta mudança permite que as empresas passem de um modelo de despesas de capital (CapEx) para um modelo de despesas operacionais (OpEx). Além disso, o armazenamento em nuvem é elástico, permitindo que as empresas aumentem ou diminuam a sua capacidade de armazenamento de forma mais eficiente e estratégica do que através de investimentos táticos em hardware.

Tipos de Arquitetura de Armazenamento em Nuvem

Além dos benefícios da elasticidade e escalabilidade obtidos ao adotar o armazenamento em nuvem, também pode combinar o armazenamento no local e diferentes tipos de armazenamento em nuvem pública ou privada para apoiar de forma única as necessidades do seu negócio. Os principais modelos de armazenamento em nuvem são:

  • Armazenamento em nuvem híbrida: Um modelo híbrido combina armazenamento em nuvem pública e privada. Isso permite que uma organização decida quais dados deseja armazenar em qual nuvem. Dados sensíveis e dados que devem cumprir requisitos de conformidade rigorosos podem ser armazenados numa nuvem privada, enquanto dados menos sensíveis são armazenados na nuvem pública. Também pode usá-lo para aproveitar o armazenamento no local para tarefas sensíveis ao desempenho, como usar o NAS para editar grandes ficheiros de media localmente, que são posteriormente sincronizados com a nuvem.
  • Armazenamento em nuvem multi-cloud: Um modelo multi-cloud envolve o uso de dois ou mais serviços de armazenamento em nuvem pública de diferentes fornecedores de serviços. Este modelo ajuda as empresas a aproveitar os melhores recursos de cada serviço de nuvem, enquanto aumenta a disponibilidade e a redundância dos dados. Por exemplo, algumas empresas usam múltiplos fornecedores de nuvem para hospedar cópias espelhadas dos seus dados de produção ativos. Se uma das suas nuvens públicas sofrer uma interrupção, elas têm mecanismos em vigor para direcionar suas aplicações ou sites para uma segunda nuvem pública.

Como Funciona o Armazenamento na Nuvem?

O armazenamento na nuvem funciona permitindo que os utilizadores façam upload de dados, como ficheiros, documentos, vídeos ou imagens para servidores remotos via internet. Os fornecedores de armazenamento em nuvem pública como Amazon, Google, Microsoft e Backblaze mantêm servidores em grandes centros de dados. Os

dados carregados podem ser acedidos e geridos através de interfaces web ou APIs, tornando-os altamente acessíveis e flexíveis.

O armazenamento na nuvem oferece inúmeros benefícios que podem melhorar significativamente as operações empresariais. No entanto, também há algumas considerações a ter em mente. A seguir, veremos as vantagens e algumas das principais limitações do armazenamento na nuvem.

Vantagens do Armazenamento na Nuvem

  • Proteção fora do local: O armazenamento na nuvem fornece proteção conveniente fora do local para dados, garantindo que, no caso de um desastre físico (como incêndio ou inundação), os dados permaneçam seguros e acessíveis de qualquer localização.
  • Segurança aprimorada: Os principais fornecedores de nuvem investem fortemente em medidas de segurança avançadas — incluindo encriptação, autenticação multifator, Object Lock para imutabilidade e auditorias de segurança regulares — para proteger os dados armazenados de acessos não autorizados e violações.
  • Escalabilidade: Os serviços de armazenamento na nuvem oferecem capacidade de armazenamento praticamente ilimitada. As empresas podem facilmente aumentar ou diminuir suas necessidades de armazenamento com base na demanda.
  • Acessibilidade: Os dados armazenados na nuvem podem ser acedidos de qualquer lugar com uma conexão à internet, facilitando o trabalho remoto e a colaboração.
  • Menor manutenção: Os fornecedores de nuvem lidam com toda a manutenção de hardware, atualizações de software e patches de segurança, reduzindo a carga de TI nas empresas.
  • Eficiência de custos: Muitas soluções de armazenamento na nuvem operam num modelo de pagamento conforme o uso, permitindo que as empresas paguem apenas pelo armazenamento que usam, o que pode ser mais econômico do que investir em hardware no local.

Limitações do Armazenamento na Nuvem

  • Custos contínuos: Ao contrário das soluções de armazenamento no local, como NAS, o armazenamento na nuvem opera num modelo de preços baseado em subscrição. Ao avaliar o armazenamento na nuvem, as empresas devem considerar o custo total de propriedade, incluindo taxas contínuas, e ponderar esses custos contra os benefícios do armazenamento na nuvem.
  • Dependência da internet: O armazenamento na nuvem depende de uma conexão de internet estável para acesso e transferência de dados. Qualquer interrupção na conectividade com a internet pode dificultar o acesso a ficheiros e serviços críticos, potencialmente impactando as operações comerciais. Garantir um serviço de internet confiável e ter planos de contingência são cruciais para minimizar o tempo de inatividade.

NAS vs. Armazenamento na Nuvem: Uma Comparação Lado a Lado

A tabela a seguir fornece uma comparação lado a lado de NAS e armazenamento na nuvem, destacando aspectos chave como custo, escalabilidade, segurança e desempenho. Esta comparação ajudará a determinar qual solução de armazenamento melhor se alinha com os requisitos do seu negócio e fluxos de trabalho operacionais.

AspectoNASArmazenamento na Nuvem
Modelo de armazenamentoArmazenamento a nível de ficheiros dentro de uma rede localDados armazenados em servidores remotos acedidos via internet
DesempenhoAcesso de alta velocidade numa rede localDependente da velocidade da internet e latência
EscalabilidadeLimitado pela capacidade do hardware físicoEscalabilidade praticamente ilimitada
CustoCompra de hardware inicial, investimento contínuo para expandir capacidadeBaseado em subscrição, modelo de pagamento conforme o uso
ManutençãoRequer manutenção de TI internaManutenção gerida pelo fornecedor de nuvem
SegurançaControlado internamente, segurança da rede localAprimorada pelo fornecedor com encriptação e segurança
Redundância de dadosConfigurações RAID para redundância localRedundância de dados integrada e opções de recuperação de desastres

Nuvem Híbrida: O Melhor dos Dois Mundos

Uma solução de nuvem híbrida combina as forças de NAS e armazenamento na nuvem. Enquanto o NAS oferece um local centralizado para armazenar e aceder a ficheiros, os dados armazenados no NAS ainda estão vulneráveis a desastres de dados, como inundações, incêndios ou falhas de hardware. Integrar armazenamento na nuvem com NAS garante que haja um backup fora do local dos seus dados NAS que protege de forma segura seus dados críticos de praticamente qualquer ameaça de dados. Esta abordagem não só mitiga o risco associado a danos físicos ao equipamento NAS no local, mas também oferece os benefícios de escalabilidade e acessibilidade remota do armazenamento na nuvem. Além disso, isso ajuda a implementar a proteção de backup 3-2-1, onde três cópias dos seus dados são armazenadas em dois meios de armazenamento diferentes (NAS e nuvem) com uma cópia armazenada fora do local na nuvem, protegendo contra ransomware, falhas de hardware, desastres naturais e outras ameaças de dados.

NAS vs. Nuvem: Qual é o Melhor para o Seu Negócio?

Escolher entre NAS e armazenamento na nuvem para o seu negócio depende em grande parte dos seus casos de uso específicos e necessidades operacionais. O NAS oferece acesso local rápido, controlo e eficiência de custos para empresas com necessidades de armazenamento estáveis e operações no local. Em contraste, o armazenamento na nuvem oferece escalabilidade incomparável, acesso remoto e operação sem manutenção, tornando-o ideal para organizações com necessidades de armazenamento dinâmicas e forças de trabalho remotas. No entanto, muitas empresas descobrem que uma combinação de ambos, conhecida como solução de nuvem híbrida, oferece o melhor dos dois mundos.

Em última análise, a escolha certa dependerá de uma avaliação completa das necessidades do seu negócio e fluxos de trabalho operacionais. Ao entender as forças e limitações tanto do NAS quanto do armazenamento na nuvem, pode tomar uma decisão informada que garante que seus dados estejam seguros, acessíveis e disponíveis quando precisar.

Deixe um comentário